sexta-feira, 31 de maio de 2013

SEMANA DE COMBATE A EXPLORAÇÃO SEXUAL INFANTO-JUVENIL
Nesta manhã, antes mesmo do desgracido do galo cantar, deslocamos nossa reportagem quebrando geada para o miolo da Anacleto, de modo a realizar uma entrevista com a Coordenadora Municipal do CRAS, que incrivelmente aceitou se identificar por Luciane Fátima Pinheiro, R.G. 450.054.45-0, CPF 023.032.320-23, Moradora do Bairro Santo Antonio, divisa com a Praça da República. As informações de identificação ainda não foram aferidas pela reportagem, devido nossa Internet 4G do Celular estar congelada.


Em entrevista a Sra. Pinheiro informou que na próxima semana, de 03 a 07 de Junho, acuierado com as Escolas Mauro, Sebastião e Creche, irão carcar ficha no Combate a Exploração Sexual Infanto Juvenil, por conta do dia nacional de combate que se assucedeu dia 18 de Maio.


Ao questionar se a ação seria uma castração coletiva de tchôs labascos, a Coordenadora nos informou que não: "Olha Trigo, não é que não falte vontade, mas desta vez achamos por bem ministrar palestras com pais e alunos, bem como, aplicar atividades extracurriculares com a piazada". Explica Luciane frustrando nossa intenção de passar a faca.

Ao indaga-la se a exploração sexual infanto juvenil continua em um patamar elevado ou se os jaguara andam preferindo partir pras ovêia, Luciane afirma que ainda estão em índices muito altos: 

"É muito comum a exploração sexual ser dentro da própria casa, por familiares muito próximos e em alguns casos até com consentimento das mães. Uma das intenções com este evento é apresentar formas mais fáceis de a própria criança manifestar-se, por exemplo, com denúncia quando algo desta natureza ocorrer consigo." Grifa a organizadora.

De acordo com a Coordenadora do evento o cronograma de ações se dará da seguinte forma:

Horário / Data
Ação
Local

03 a 07 de junho 2013

Atividades extracurriculares
 nas escolas
·    EEB Mauro
·    Creche
·    EMEF Sebastião
·    APAE

09h. de 04 de
junho 2013
Palestra  para os pais dos alunos da Escola de Educação Básica Mauro Gonçalves Farias


·      EEB Mauro

09h. de 05de
junho 2013
Palestra  para os pais dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Sebastião da Silva Ortiz e PETI

·  Centro de Convivência Antonio Fortunato Pinheiro (PETI)

09h. de 06 de
junho 2013
Palestra para os pais das crianças matriculadas no centro de educação Infantil Adão Rosa
·      Centro de Convivência Antonio Fortunato Pinheiro (PETI)



09h. as 11h. e  das 13 as 16h  do dia 07 de
junho 2013
Ação de mobilização com exposição dos trabalhos escolares, distribuição de informativos, atendimento a pessoas interessadas no tema e socialização entre as escolas e/ou entidades envolvidas.


·     Rua Anacleto da Silva Ortiz
(em frente  a prefeitura)

E lembrem-se, caso possuam alguma suspeita de algum marmanjo estar fazendo alguma fiadaputagem com alguma criança, suba num topo de morro com seu celulá da CRaro-Que-Nem-Noite, Vivo-Morto ou TIMganei, e carque ficha numa ligação gratuita no telefone do DISQUE DENÚNCIA, DISQUE 100, por conta que quem sabe e não denuncia, também comete violência e lá os xirús garantem que sua identidade será preservada.

Aqui ficamos, quase encarangados, voltando pra redação só com o ar quente do fuqui ligado. Esta matéria teve um com oferecimento Ovêias do Marco Verni - "Temos uma que se encaixa com você".

terça-feira, 28 de maio de 2013


MOVIMENTO DE INSURGÊNCIA SE INSTAURA NO GLÓRIA


Mas nem bem treminamo a matéria das Abóbra do Glória que já tivemo que retorná pra lá hoje cedo. Antes partir pra mais uma missão repórter passamos no Juca-Auto-Center-Boa-Parada-Special-Resort-e-Uficina pra regular o ponto do Fuqui da reportáge.

Resorvemos varar pela estrada de Santo Antonho dos Pinhos pra avalisá comé que tava as auto-pista, mas como garuô e o sol véio nem ôio, tivemos que parar o fuqui no pátio da igreja pra acorrentá até na diantera do baguazinho. Devido nosso fuqui ser traçado e reduzido ficou um pouco mais fácil chegar até a Coxia dos Adriano. Chegando lá, paramo na propriedade do Falicido Joãozinho Correa pra contratá o fio dele que é adevogado caso quisessem canchiá o Trigo no Glória, mas como não encontramos o dito cujo no local prosseguimos a viagem.

Despois de carimbá nosso Passaporte conseguimos entrar na Comarca, onde presenciamos milhares de pessoas nas ruas e avenidas, com cartazes e faixas protestando ao redor de uma patrola amarelona da Tia Prefa.



Em entrevista com o Presidente do Conselho Comunitário Gloriense que não quis se identificar, o mesmo informou ao Trigo que o motivo daquela massa ir às ruas é a patrola ter funcionado na manhã de hoje e os cidadãos discutirem qual serviço particular será realizado primeiro:

“Nosso Patrão da República Caruense foi eleito só prucausa do Grória e pruconta disso, importô o Ivanor lá do Bromenau pra cá pra fazê us servicinho que nóis carecia! Nóis tratemo isso durante as inleição e até agora a Amarela só conseguiu fazer uns 200 serviço, ainda tem mais 2557 na fila de espera soh no Grória! Isso é um bissurdo”. Comenta o Presidente, indignado com a morosidade dos serviços.

Ao questionar alguns cidadãos envolvidos no protesto, os mesmos informaram que a patrola é um pau véio e que todos os dias quando liga já é um sucesso: “Páre loco, num há de cê que ta inguar uma galinha choca? Dá tempo de botá, chocá e descascá em cada propriedade que vai!” Comenta Leocádio Pinto.

Foto da Reportáge onde mostra a baguá da patrola que só lida nas casa de particulá do Grória.


“Na verdade o trato foi nem oiá pras estrada municipá, tamo é querendo que o Presidente do Carú cumpra as promessa de dexá a máquina cavocá nos nosso terreno e treminá nossas lida!” Enfatiza João Tatu.

Em reunião do Conselho Gloriense, temendo uma Revolução Armada em torno da Patrola o presidente decidiu colocar em votação quatro alternativas para o destino da Comarca:

  • Mandar todas as patrolas e demais máquinas da República do Revirado com Torresmo para terminar todos os serviços particulares do Glória;

  • Declarar a Independência às Margens Plácidas do Rio Canoas e emancipar o Município de Glória ficando com metade do maquinário da República Caruense;

  • Desviar o rio Canoas e juntar o Glória com Brunópolis fazendo a fusão dos dois países que passaria a se chamar Glonópolis;

  • Fazer a maior cruzada a nado da história do Rio Canoas, se debandiando em coletivo pra Brunópolis e consequentemente mudando os títulos de eleitor para o referido país.



As urnas eletrônicas já foram distribuídas na comunidade, no Bar do Ari e no Sebos Bar. As as filas de votantes já ultrapassam 2 quilômetros.



Informações do Paço Municipal garantem que medidas urgentes estão sendo tomadas para mitigar os impactos e que uma força tarefa de maquinário está sendo encaminhada para o Condado de Glória. Também confirmam que será publicado uma listagem de ALGUMAS comunidades que usufruirão da assinatura de um Decreto isentando de taxas as cobradas por serviços particulares com máquinas públicas. Ressaltam apenas quem nem todos os eleitores usufruirão do benefício, em virtude que os nomes deverão passar por um crivo da sala principal do Palácio da Anacleto.

Informou Correspondente Trigo Limpo – O Testemunha Ocular da História - , com oferecimento Máquinas do Dêja Genro do Bigode Branco – “Há 50 anos fazemos serviços de rétis e desvios.. de rios”.

sábado, 25 de maio de 2013

Moranga na capital do feijão vai para o livro dos récordes

Hoje dia 25/05, o dia do Trabalhador rural, nossa equipe de reportagem foi até a localidade de Glória, onde fomos informados através de uma carta, enviada a três meses, de que um produtor rural colheu uma abóbora de 119 kg. 
Mas que Bá, pur azar nosso fuque da redação tava cum pobrema na Cebolinha, e por bem, dicidimo encostá o bicho véio na Uficina do Déco! Mais tava cheeeeeeeia hóme, tinha a Camioneta do Gilnei, mais uns carro do super mercado Pinheiro, tava apurado o indio veio. Por bem, decidimo então, levá na oficina du Madona! mas que bá denovo... puis não é que u home não sabia mexer cum mecânica de fuque! diz ele que é muito cumpricada, e informo que um tchô feróiz na mecânica volkswagen, era o tar de Rudio! ja disse prele, fuja loco... mais que depressa, levemo o arto da imprensa nesse tar irmão do Raúr, i ele por sorte, está fazendo a parte elétrica do Barruan "apilido da nossa condução".
Com todo este transtorno, matutamos em como chegar ao Glória, para cobrir esta matéria, e não teve outra sulução! convoquemos o taxi 24 hras do popular "Véio Orlando". Antes fomos até o posto de saúde Salomão Paes para tomar uma dose da vacina Antitetânica, mais não obtivemos êxito e demos com os peito na cerca. Por bem dicidimo, imbarcá assim memo, e se larguemo po Glória, onde fomos parar na propriedade do senhor G. tives, que não quis se identificar.

 Ao chegar já demos de cara com a abóbra im riba duma mesa, tava im isposição a baguá véia: 




Ao lado dela tava uma piquininha pra deboxá memo. Logo que a nutícia se espaiô, us técnico da Epagri foram se aprochegando tambem:



Severiano, Técnico em Agropecuária da Epagri, ficou renegado com u tamanho da baita, e prigunto para o senhor G.Tives, como ele conseguiu chegar a esse resurtado? 
-Puis bem, na realidade esse prantio era pa trais da minha patente, e essa moranga deu no baraço que tava bem imbaixo do cagadô. afirmou o produtor faceiro que nem o muiséisinho quando tomava uns gole.

Depois do Técnico, outro automóvel chegou no local:



Era um carro da Fazenda M.W.H.F.G.E.M.U.P "marcos werner hortifruitigranjeiro e mais um poco", que também veio prestigiar o ocorrido:


o proprietário e reprodutor, Marcos Werner parabenizou o produtor do Glória pela bela colheita e contou de um sonho que teve com o pai do Tóxão. depois disso, comprou a produção e deu um cheque pra 97 dias.

Mais facero que o Nirdo quando chega um na pecuária dele, o agricultor do Glória carregou seus 150 kg de produção no auto do Fazendeiro, e foi pra praça tomar uma e comprar uma galinha assada do Vardo Bugio!

Pra encerrar a matéria, chegamos cansados da viagem, pagamos a corrida e decidimos comprar um muleque do Hélio Mutreta!



Mais não tinha mais muleque, afirmou Hélio: "- um tchô levô tudo meu istoque", indignados fomos investigar e achamos este cidadão que se declarou culpado.



U êis da Pâmela, afirmou adquirir o lote de aminduim de Mutreta para guentar o chasco da noite no primero dia da festa do pinhão! com sua namorada nova diz que a coisa anda feia: "- Tenho necissitado de afrodisíacos mais do que nunca, e nenhum se compara aos muleques do Helio."



Daqui encerramos nossa transmissão, vos falou o repórter kiakiakia com oferecimento de Bar do Adãosinho,Juro que Aqui seu dinheiro gira!

sexta-feira, 24 de maio de 2013


CENTRO DE REMATES SERÁ TRANSFERIDO


O Centro Municipal de Remates, destinado a leilões e feiras de gado na República, atualmente situado na localidade de Boa Parada a partir do próximo mês será oficialmente transferido para o imóvel que atualmente abriga o Centro Eventos Terezinha Carlesso Agostini.



De acordo com informações apuradas pela reportagem, a ação se dará pelo principal motivo de todos os programas municipais voltados para arte, cultura, teatro, música, invernada artística, hora do conto entre outros, estarem decretados extintos da Federação do Maxixe da Nega Júlia. O canetáço partiu do Palácio da Anacleto, onde o Patrão do Piquete explica que a população Caruense não possui mais tempo para cultura, portanto não há a necessidade de manter-se uma estrutura do porte do Centro Eventos ociosa:

“Com o feijão a mais de 200 contos os cerritenses não tem tempo nem pra fazer curso de palhaço e muito menos pra ver palhacisse, além disso o povo não agüentava mais ficar sentado em folhas de jornal do Parque do Boa Parada. Agora com as poltronas estofadas vermelhas do Centro Eventos, imaginamos atrair mais compradores para nossas Feiras de Gado.” Argumenta satisfeito o dono da Caneta.

Ao entrevistar os vizinhos da nova obra, os posicionamentos são diversos: 
“Gostemo muito da indéia! Agora, já que votemo no hômi já cumbinêmo dele arrumá um emprego pra móde nóis atendê do gado nos dia de fêra, e si o Patrão quisé inda podemo cobra uns troco extra pá participá das abertura das fêra intretendo os compradô cuma amostra da Recomenda de Arma”. Comemora o morador Tatãozinho.

Outros manifestam-se de forma um pouco mais contundente: “Eu acho um verdadeiro absurdo este desvio de função em uma estrutura como a do Centro Eventos Terezinha Carlesso! O Cerrito nunca possuiu um lugar para cultura e agora que teve sua primeira estrutura adequada vai virar uma estrebaria?” Comenta uma moradora ainda um pouco desinformada em relação ao verdadeiro novo fim do imóvel.

“Óia, agora sim que larguemo mão de vêiz de í nus baile do Crube! Eu tava mandando minhas minina pra tê aula co tal Juarêis Crina ou Cola, misquici o sobrenome do tchô, pra vê si aprendío umas dança que não fosse o tar maxixe... Agora sem as aula da invernada os baile vai virá numarquia”. Lamenta indignado Sr. Luiz Severo.

Ao buscar esclarecimentos junto a alguns dos antigos envolvidos nos projetos culturais, fomos informados pela professora Rosangela, que não quis sua identidade fosse revelada, que as aulas de danças folclóricas desenvolvidas pela Invernada Artística Raízes da Serra, como por exemplo, a dança dos facões, dificilmente serão vistas novamente no Cerrito: “Como faz muito tempo que as aulas foram suspensas, sendo a última aula que tivemos foi no ano passado, o facão do Colla já enferrujou.” Pontua  triste a professora.

Em um primeiro momento poucas serão as mudanças na estrutura do Centro Eventos Terezinha Carlesso. Será construída uma cerca no palco e aplicada serragem sobre o tablado. As mangueiras serão construídas no terreno que será desapropriado por decreto da dona Úrsula e os bretes serão conduzidos pelos antigos Camarins do Teatro.

Ao questionarmos o que seria feito com a antiga estrutura situada no Boa Parada, fomos informados que tem-se a intenção de transformar no primeiro Motel Público do Sul do Mundo"Já que não temos mais curtura, nossos jóvi percisam de um lugá mais confortáve pro entretimento das quarta a noite, nóis tem cunciência que os banco dos Gôr num são confortáve e num recrinam tanto anssim". Defende um dos envolvidos no projeto.

A Câmara de Vereadores Municipal já estuda a possibilidade de acatar o ofício enviado pelo ex-Vereador Allier Melo, onde o mesmo sugere nomear o novo empreendimento como “Centro de Abates Baguá dum Tôro”, homenageando os reprodutores caruenses.

Informou: Correspondente Nariz Vermelho, - "Já que cultura é palhaçada se olhe no espelho", com o patrocínio de "Mercearia do Garcia - Seu Rancho Levado a Sério".

quinta-feira, 23 de maio de 2013



DEU IBOPE

Aaaaaascreeeeem locaiada! Incuantu uns querem dibuiá o Trigo, otros fálo bem de nóis!

Aquerdita que dispois de cê citado na Câmera dus Vereadô du Carú, onti saímo num bróg du reportri Édsô Varéla da Corneta da Crube 690 (Que-senum-deu-éprumóde-que-num conteceu!)  -  http://edsonvarela.zip.net/   

Aizzzzá Triguedo mardissuado!
E in homenáge a nóis u Édsô até finco uma foto duma mula véia macanuda! Óin lá!

E dijaôji o tchô inda disse que dêmo Ibope! 
Ih purfim até o Kene Poca Sombra que nóis pauziêmo umas reportáge atráiz, inda escreveu pro Édsô e neim maiô a pau u Trigo! U loco inda disse que semo inteligente! Aaaaz páááre Poca Sombra, ocê nem sabe que só colemo pra passá nas prova da Facvest. 


Intaum, aliás... prum bróg do Carú que tá compretando UM MÊIS HÔJI, já temo cum praticamente 6.500 (Sêismilemeio) acesso

  • Já faláro na Câmera de Vereadô ne nóis; 
  • Já ajudemo a miorá umas rua desgraciada do Cerrito; 
  • Já critiquemo umas côsa que anda duavesso: 
  • O Édsô Varéla já postô sobre nóis; 
  • Dissero que samo inteligente purqui num sabe que colemo na Facvest;
  • A Bárbi Marian disse que nóis funcionêmo; 
  • E purfim quizéro até grampiá nóis no Feicebuque. 


Até que tamo maizomeno num tamo?


Ihhh, falandu num mês, achu que já temo que falá co Padre Salami pra batizá u Trigo, pois afinar de conta criança de um mêis já tem que sê batizada!

INNNNNformou, repórtri Elesbão cum oferecimento de Assessoria de Imprensa do Vavá - "A quarenta anos espaiando as notícia".

terça-feira, 21 de maio de 2013


RISCO DE COPA 2014 NÃO SER NO CERRITO
 

O município de São José do Cerrito corre iminente risco de não sediar os principais jogos da Copa de 2014. A razão encontra-se em virtude de a FIFA cogitar a retirada do Carú deste evento de escala intergaláctica devido a leve possibilidade de não possuirmos segurança suficiente que garanta o bom desenvolvimento do evento.

A informação partiu diretamente de Joseph Blatter o Presidente Mundial da Fifa: “Nós querer muito fazer Copa em Cerrito, é meu sonhar desde que batia bola em campo cheio de neve em Suíça, mas até o momento a Polícia de Carú não garantir segurança de Copa 2014, nós querer apenas garantia de diminuir roubos na Capital de Feijão”. Argumenta Blatter.

Os jogos da Copa estavam previstos para ocorrer no Estádio Mundial do Manda Brasa, Campo Internacional do Fabrício, Estadium Espetacular do Valmor e Campum Magnificum do Salaum Estilus Campeirus da localidade de Fazenda Lipos. Em entrevista ao Trigo Limpo, Tunico – Fio do Zé Católico, do bairro do Manda Brasa, lamenta o ocorrido: “Agente confiava mais na segurança e na Polícia, mas agora môio as páia boa! Perdemo de construí as arquibancada de madêra do Estádio Mundial do Manda Brasa, já tinha até comprado uma serra nova pra taiá a maderama.” Confirma desolado o empresário.

Ao percorrer localidades do interior de São José do Feijão Preto, entrevistamos alguns cidadãos que mantinham a Copa como a garantia de Safra de 2014: “Azômiiiiii! Nem comprei as semente pro ano que vem! Nóis quiria era vendê vuvuzelaa! Dá muito mais que prantá mio!”. Comenta morador Luiz Corneta da localidade de Passo dos Fernandes.

Ao chegar na localidade de Bela Vista – no interior do Município – entrevistamos cidadãos revoltados: “Esses tchô da Fifa são é uns froxo! Já que a puliça num garanti nossa sigurança, nós finquemo balaaa! Eu ando dando tiro de amolecê os cano do 38 aqui pelas bera do rio! Cada Jaguara que vem levá minhas galinha eu dêxo no lugá e dispois pincho no Cavera.” Pontua o morador Chico Granada que ainda acredita na mudança de decisão da Fifa. 

“Na bem da verdade verdadera eu sô acustumado a transitá de madrugada co meu burro e nunca fui abordado pela puliça na escuridão. O que tá in extinção aqui é vê pulíça preventiva! Nóis só vê os tchô depois da desgraça feita i ói lá! Nas vórta dos baile nunca vimo Puliça de madrugada fazendo revista numa estrada do interiô pá pegá os amigo dos aiêio! Agora, cada vêis que esqueço de botá o cinto quando chego com com meu burro véio na praça os tchô finco murtá ne nóis!” Desabafa Emerenciano Coruja.

Fomos frustrados ao entrar em contato via telefônico com a Polícia Militar, em razão de o telefone da Delegacia não atender, o telefone celular da Polícia estar sem bateria, e o telefone do Comandante estar fora de área. Ao buscar maiores informações na própria delegacia a reportagem do Trigo foi informada que os Policiais encontravam-se em uma licitação de novos colchões Box King Size Magnetizados e lençóis térmicos para serem utilizados nos Plantões Policiais.



Ao buscar informações sobre a segurança local, não encontramos o Delegado da Polícia Civil na Delegacia, mas gravamos entrevista por telefone com o mesmo: “Vossa Senhoria já se deslocou-se até a Delegacia da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina o Sul do Brasil? Ah, já? Então por obséquio aguarde mais algumas horas por absoluta gentileza a minha pessoa acordar, tomar um Café Expresso na Júlio’s Café e a posteri deslocar-me da magnífica cidade de Lages, até o pequeno Município de São José do Cerrito de modo a que eu possa datilografar Vossa petição, isto é se o Sistema de Máquina de Escrever da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina ainda estiver no ar... ”.

Ao entrevistar empresários da localidade Boa Parada, os mesmos alegam não ter conhecimento sobre o que se trata o termo “Policiamento e Segurança” em virtude de só verem Giroflex e roupas de pêlo gateado nas Feiras de Gado e logicamente no auge do meio-dia.

Já o empresário Arildo, que não quis se identificar, diz ficar triste em virtude que havia comprado um estoque de 300 mil bolas para vender durante a Copa, mas os larápios levaram todas na última madrugada de sexta-feira. “O alarme do depósito das bolas até disparou, mas pensei que fosse um gato.” Comenta Arildo de braços caídos.

No Palácio da Anacleto fomos informados que a decisão de transferir a Copa do Mundo da República Caruense é praticamente irreversível: “Agora acreditamos que não há mais o que fazer. Roubaram até nossas picaretas e enxadas. Não temos mais como mandar o Jovanildo tapar os buracos de tatu de dentro do campo do Manda Brasa”. Desta vez não temos culpa...” Fala desolado o Secretário de Obras.

Informou repórter Billy The Kid - carçando o Trinta de bala, com oferecimento de João do Leco – “Cada Abuso uma Pedrada”.

domingo, 19 de maio de 2013


O TRIGO LIMPO QUER SABER


Hoje já que é sábado, mardito dia de tomá banho, depois de boliá uma fejoadinha com zoreia e pé de porco feita cum fejão vremeio comprado no Pitula, nóis tava aqui na redação meio de barriguera estufada, só cubando o pasto crecê e vendo os ternêro engordá, começamo a pensá numas lida...

Nas época de inleição o tanto Tchô que se diz macanudo e garante que muda o tipo das lida na República, prometendo até fazê lajeado onde não tem ôio dágua e dispôis de perdê sárto tudo pra fóra da Capitá da Minestra de Fejão.

Puxando dessa última eleição temo uns par desses loco, como pur inzempru u ex-candidato, ex-veradô e ex-cerritense Leonardo Burro Branco Heinzen que antes das inlenção aposentô até gente que tinha 03 braço por farta de braço, disse que ia sarvá o Cerrito do Cuzarruim, mas foi perdê as lida que vendeu até a casa que tinha no Melcas e se sumiu da Praça. Nunca mais foi visto nem abraçando os véio e o muito menos os criaredo ranhento.

Otro que queimava campo com chuva era o tar Kene Poca Sombra Muniz que peliava na Tia Prefa. Diziam que era o braço direito e metade do esquerdo do Everardão, disseram que era um piá bão, mas foro perdê as inleição que o tchô sumiu nas macega e vi dizê que anda até falando chiadinho, pro móde que anda mais na Capital dos Barriga Verde do que na República do Fejão Preto.

Não podemo sisquecê do Pedro Marco fio do Rui, que já teve fincando canetáço no Palácio da Anacreto, dispois de perde uma inleição varô por debaxo da cerca e dispôis sumiu nas samambaia pra banda du Frorianóplis e agora finca a caneta véia despachando pras bandas de Lajes.

Issu tudo nem contando o Allier fio do Sadam, que esse sempre morô in Lajes e na verdade nem tá fazendo farta.

Se tanto Tchô que na época de campanha fálum que podem sarvá o Carú da desgraça, ficassem tudo junto na Federação do Fejão a 250 Conto, hoje não tinha Istaduzunido que bolhasse nossos Fejão Carioca.

Mas vamo esperá chegá Doismiledezesseis! Garanto e escrevo proceis que vai tê esses e muitozotro tchôzinho de mala pronta e mula inciada pro Carú Véio.

Direto da redação palitando os dente e cuspindo no chão, informou repórtri Elesbão, com oferecimento da Contabilidade do João Artaní – “Novos ares e novo pormão pra sua empresa”.

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Obra interditada: Final triste para a psicultura no Celeiro da serra.

Bueno, como foi citado em uma matéria anterior no trigal, na rua da De-le-ga-cia da pátria Caruense, seria instituído um projeto para o aproveitamento dos buracos que existiam no meio da estrada, já que o recapeamento do asfarto custaria muito caro para a tia prefa.
A criação de Tilápias, peixe de clima quente, seria uma alternativa no ramo da psicultura, para sanar o problema dessa rua. como foi citado que o nego Joan tem canoa,  não teria problema do alagamento nesta área.
maaaaaaaas, como tudo tem um porém...

-"Nos encontramos em uma situação crítica!  estado de calamidade... "informou o presidente do Sindicato dos Cerritences no prejuízo (SCP) , que não qui se identificar. Segundo ele, muitos atos criminosos estão acontecendo na capital do me jogue; como o do colégio Leovegildo, dos pneu do carro do Nene ronsoni na toca, o posto do Mederinho, e a serraria do Darci no Boa parada.

Devido a esta situação, foi cancelada a obra, e  a rua da delegas está sendo reconstruída como mostra a imagem. O que nos preocupa, é se essas pedraiama tudo vão amanhece ai, já que tão roubando tudo, daqui uns dia levam até os caixa eletrônico.


Uma lástima.

Comendo ranho, informou o reporter kiákiákiá, com oferecimento de Bar da vesga, um olho no boi, outro na boiada

Chamaaaaaram a polícia!! Furto em escola pública na República.

Crem dios pai hóme du céu... Chamaram os háme da lei na localidade de Salto dos Marianos, São José do Cerrito- CF (capital do feijão), na manhã desta Quinta-feira - 16/05.
 Onde na noite anterior, meliantes infiliz descobriram o teiado de eternit e enifaram a carona, e o corpitcho pra dentro da instituição de ensino.

Segundo informação do corpo doscente e discente do colégio Leovegildo Esmério da Silva, a coisa foi graúda!

-"Pelaro! limparo tudo, desde computadores até bóia!", informou a merendeira Sandra, que não quis se identificar. Quando nossa equipe de reportagem esteve no local, estava  a viatura da policia militar (us óme), em frente a rede de ensino. Porém, não estavam se manifestando, quando indagados pelo nosso repórter criminalístico, informaram que aguardavam para fazer a perícia no local.

- "Eles não estavam com pressa!" , informou um professor da escola, pois segundo nos foi informado, os Gramputa", bizoiaram bem nas salas, refeitório e afins, antes de adentrar com um veículo de grande porte e saquear tudo. Os vagabunda, ainda não satisfeitos com a fuzarca, dispejaro tudo as fruita e verdura que as mezerave das criança come na merenda, e ainda levaram as caixa! uma tremenda fiadaputagem com o dinheiro público.


Aguardam-se informações para a investigação. Segundo o IPCSAP  (instituto de pesquisa criminalística de Santo Antonio dos Pinhos), os indivíduos devem ser de país vizinho, provavelmente Lages, ou Vargem... porém a hipótese de que tinha algum informante muito conhecedor da escola, e que tinha meliantes da república no meio, não está descartada... Ontem mesmo, as fronteiras das divisas de repúblicas foram fechadas pela polícia federal. As filas  nas pontes do Amola Faca e Travessão, chegaram a 16 km.


Da redação,

o repórter  kiakiakia, com oferecimento de lavação automotiva do lébra! dando um tiro no braço da sujeira

terça-feira, 14 de maio de 2013


INTENDÊNCIA MUNICIPAL DECRETA EXTINÇÃO DE PEDRAS EM SÃO JOSÉ DO CERRITO

Confirmada a assinatura na manhã de hoje de um Decreto Municipal com efeitos retroagindo a Janeiro deste ano onde fica instituída a Extinção Absoluta e Permanente de todas as Pedras existentes na Federação Mundial do Revirado de Feijão.

A medida foi adotada em virtude da Municipalidade Caruense avaliar que não existem mais pedras e materiais rochosos em todo o território da República del Carú, e a partir de agora são definitivamente decretado extintas.

A redação do Trigo Limpo fincou 20 litros de gasolina no Posto dos Mederinho e saiu no interior para entrevistar agricultores que ficaram absolutamente espantados com a medida adotada pelo Paço Municipal: “Cremdiospadreee! Sumiu as pedra du Carú Véioo? Mazômi de Deeus, Nossasinhora da Paricida! São Geronho das Carça Curta! Entaum elas simudaru tudo aqui pra nossas terra loco véio!” Comenta espantado o agricultor Zé Rocha da localidade de Glória.

Outros agricultores ficaram receosos que o Decreto de Extinção das Pedras irá atrair visitas mais freqüentes da Polícia Ambiental: “Agora tamo morto! Se antes a ambientá já só fartava si mudá pru Cerrito, agora coas pedra in istinção vai cê pácabá! Quero vê cumé que vamo deitá uns pinherinho de vêiz in cuando!” Pondera o morador João Serra Fita da localidade de Divino.

A medida motiva duas ações emergenciais no condado, a primeira é de desmanchar o Britador Móvel comprado no ano passado, que agora com a inexistência de pedras para britar, não serve pra fazer mais nada. Ao enviarmos o Fusca da Redação do Trigo Limpo para o Parque Municipal constatamos que o mesmo foi escondido dentro do depósito que fica atrás do ginásio para evitar maiores transtornos e confirmou-se que até os pneus novos do Britador foram retirados e substituídos por pneus podres, piores que os do fusca da redação.


O segundo importante ato municipal foi realizar uma licitação para aquisição de pedra brita importada de outros municípios que ainda possuem a matéria mineral em abundância para britar e que ao contrário do Cerrito, não tem britador público.



Ao questionarmos a Patronagem do Piquete do Palácio da Anacleto, informaram que de nada adiantará manter o britador em funcionamento se não há mais Pedras para britar em São José do Cerrito. “Estamos estudando a venda do equipamento para o empresário Tochão, que pretende transformar o Britador Móvel num Moedor de Carne Móvel para seu açougue.” Comenta um dos Chefes da ação.

O Sindicato Rural de São José do Feijão Preto, por seu representante Zito Baguá da Boina Bitencourt, já busca treinamentos junto ao SENAR para capacitar os agricultores em Como Reagir Quando Encontrar Alguma Pedra Nativa.

Direto do Fusca da Redação, com oferecimento de: Nei Cabelelelelero – “Uns par de Ano Tosquiando a Chibarrada”, informou repórter C.D.E.

segunda-feira, 13 de maio de 2013



SAPECADA CANÇÃO NATIVA COM MENOS BRILHO


Os apreciadores da Sapecada da Canção Nativa o maior festival de música nativista do Estado, que ocorre a cada edição da Festa do Pinhão, este ano contarão com uma infeliz surpresa que é a não participação de Pedrinho Batoré e Sr. Osni da Graça concorrendo com suas obras primas, é o que apura o Correspondente Trigo Limpo junto à República do Feijão Preto com Torresmo.


Os motivos são muitos informa Pedrinho Batoré em entrevista: “Opa! Opa! Beleza? Beleza pura? Então... Decidimo protestá esse ano! Beleza? Beleza pura? A Sapecada tá caindo muito no conceito nos últimos ano, beleza? Opa! Opa! Nossas música são muito boas pra tá no meio de tanta milongaiada xarope! Entendeu? Beleza? Opa!”

Nossa equipe procurou Sr. Osni da Graça para gravar entrevista, mas não obteve sucesso em virtude do mesmo não escutar as perguntas realizadas,: "Hein? Como é meu fio? Ãhn? Jaguarada da Canção? Ahhh! Pescada de Cação, entendi..."

Fontes ligadas ao artista informam que o mesmo possui outros motivos para não participar do evento: “Seu Osni não participará em virtude de ter vendido a Rural para o Derby e agora não possui formas de ir até Lages... Ele anda muito sentido, com saudades da Rural que foi uma das suas três companheiras durante toda sua carreira”. Informa ao Trigo Limpo D.G. que não quis ser identificado.

Críticas de esquerda garantem que há ainda outros motivos: “O Batoré não sei ao certo, mas o Osni é claro que não vai por outros motivos! O verdadeiro motivo que ele não vai por que o Pala Véio Está Só na Gola”. Comentam de forma reveladora ao Trigo Limpo.

Fontes informam que o Prefeito Elizeu Mattos da cidade de Lages, já vem buscando contato com os empresários dos artistas caruenses e mesmo não querendo gravar entrevista, garante que a não participação de Pedrinho Batoré e Sr. Osni da Graça no festival, com toda certeza levará a Sapecada ao fracasso iminente. 



Informações da Secretaria de Cultura de Lages garantem que vários artistas já cancelaram a participação no evento caso Sr. Osni e Pedrinho não participem, dentre eles o próprio Luiz Marenco e também Mano Lima.

Informou, diretamente da redação, tomando um chima véio abagualado com a Erva do Mano Lima, repórter C.D.E., com o oferecimento Loja do Carlinhos – “Aqui tem de tudo, de gamela a mortadela!”.

sexta-feira, 10 de maio de 2013


Animais salvam Produtor de Feijão no Carú

Quem passou pela localidade de Socorro na última semana passou por uma cena um tanto quanto inusitada: Uma colheitadeira avaliada em mais de meio milhão de reais literalmente enterrada em uma das estradas.


O proprietário da colheitadeira, Norberto Medeiros, mais conhecido como Tico Paulista, ao ser entrevistado pelo Trigo Limpo disse que não sabia se despejava gasolina na colheitadeira e ateava fogo, se despejava gasolina em si próprio e tacava fogo ou se tacava fogo na Prefeitura e na Secretaria de Obras juntas, pois justamente no período de escoamento de safra a situação da estrada estava naquelas condições. “Em quem vão pôr a culpa dessa vez pela situação da estrada? De certo será na seca”. Expõe desacorçoado o produtor.

O mais interessante foi a forma de realizar a remoção da máquina, que ficou plantada no chão. Há relatos que viram inclusive brotações iniciando na mesma. Inicialmente a tentativa frustrada foi remover a máquina com um trator abagualado:



A máquina velha não deu um piu e continuou plantadita no mais. Então foi preciso recorre-se a um trator de esteira que forcejou de apitar e nada da baguá da máquina desatolar.



Nestas alturas Tico Paulista já mastigava brasas acesas de tão brabo, resolveu recorrer até mesmo a forças interplanetárias para locomover a máquina. Na chegada da equipe intergalática era um clarão e uma ventania só... Era só olhar pros campos e ver gado, gentes e bichos correndo e se escondendo. “Fartô arve pra ir debaxo”. Comenta espantado um dos agricultores presentes. Pois o disco voador roncou, bufou, alumiou e a máquina moveu apenas 5 centímetros, permanecendo atolada.



Neste momento, Tico Paulista já estava disposto a ir para Praça buscar a gasolina e fazer o incêndio mais caro da Serra Catarinense, um tchô beiçudo, sentado nos garrão pitando um paiêro olhava a cena e disse que poderia resolver a situação. “Óia seu Tico, eu sei quem dá um jeito na baguá da máquina! O Zé Maria do Natalício ali do Divino tem uma junta de boi ajeitada que pro mode que tira a verdona do atolero”. Depois de ter chamado todas as alternativas possíveis, Tico mandou buscar o vivente do divino e a respectiva junta de bois.

Ao chegar no local, Zé do Natalício dá uma cubada na máquina, dá uma pigarreada, põe os bois na canga, dá uma cuspida no chão e fala com autoridade:

“Óia Mimoso! Xô Barroso!”, e com uma pequena vara cutuca as virilhas dos bois que num sofrenão desencalham a máquina em apenas 05 segundos.


Zé do Natalício alega que se não fosse a chegada do frio os bois estariam mais gordos e não levariam nem 05 segundos para retirada do equipamento: 

"Num á de cê que meus bichinho tão meio magrote... Cuáfarta de chuva não pudemo plantá os pásto e meus boi emagreçeru, si fossi nu verão era capaiz de arrebentá cá máquina". Fala orgulhoso o proprietário.

Já há especulações que afirmam que engenheiros da John Deere, Caterpilar e Massey Ferguson já andam realizando sondagens na República Caruense, para desenvolver seu novo projeto de máquina inspirado na junta de bois do Zé do Natalício. A Câmara de Vereadores do Município já estuda a possibilidade de conceder o Título de Mérito Cerritense ao Mimoso e ao Barroso.

Informou direto da redação, correspondente C.D.E., com oferecimento de Pecuária do Nildo.